16 de jan de 2014

Vivam, não sobrevivam.

Esse título é coisa de louco. Pedi tanto à Deus por uma novidade para contar pra vocês hoje e tenho duas, uma maravilhosa e a outra...:
1. Estou participando de uma colônia de férias em um Iate Clube, lá a gente brinca na praia (que eu desconfio ser poluída, mas tudo bem), na piscina e na quadra. E de quebra, conhece muitas garotas legais. 2. Anteontem eu quase morri afogada na praia. Como isso? Eu não sei nadar. Nem um pouquinho. De ontem pra hoje fiquei tentando e consegui por uns 3 segundos, 4... Mas eu estava no raso então deu certo e na piscina também, na qual eu até tive coragem de pular (!!!!).
A água estava tranquila bem pra baixo do pescoço, quando eu resolvi ir um pouco mais pro fundo, com aquele pensamento de "Ali, dá pé pra mim.", mas do nada eu não conseguia colocar o pé no chão. Minha cabeça estava submersa e por mais que eu fechasse os olhos e tentasse caminhar, não dava, porque a pressão da água impedia. Que desespero, eu me debati tanto, gente... A Maria Fernanda me puxou um pouco e depois eu segurei a Júlia. Coitadas. A Júlia sabe nadar, mas também estava fundo demais pra ela. Ela me levou pro raso e nós tomamos uma ducha pra relaxar. Depois correu tudo bem.
Mas, sério, nunca pense "Ali dá pé." Não, ali não dá pé porcaria nenhuma. Água só na cintura, no máximo abaixo do peito. A areia engana, e pode se formar uma vala que você não percebe e acaba descendo. Foi isso o que aconteceu comigo devido a minha falta de noção. Bem que os meus pais falaram: "Não vai pro fundo, Rafaela.". E eu pam: fui sem querer.
Eu sempre vi cenas de afogamento na tv, internet, mas viver essa experiência é muito pior do que vocês imaginam. Cada segundo eu tentava ficar com a cabeça para fora da água, mas só engolia mais e mais água. Cuspi  aquilo tudo depois, argh. E o monitor me disse que eu iria arrotar água salgada um tempão. Vê se posso com isso. Já não basta o meu medo e ainda leio esse trecho na Wikipédia :
A resposta instintiva ao afogamento dura de 20 a 60 segundos, depois dos quais a vítima afundará se não for socorrida.
Essa informação causa mais medo ainda, mas tentem manter a calma e talvez chamar alguém, se possível seu responsável ou adulto qualquer que estiver na praia. Mesmo no desespero do momento, não empurrem quem está perto de você. Você pode provocar o afogamento dessa pessoa também. E no final todo mundo morre. Agora já está tudo bem, eu estou em casa e vou me preparar para ir ao clube amanhã cedo de novo. Foi uma situação horrível, que agora é um dos meus piores medos, mas eu aprendi que não devo exagerar pra acompanhar o pessoal. Temos que reconhecer nossos limites, né? Um beijo salgado, de praia haushuahsah

14 comentários:

  1. Meu Deus, imagino seu desespero. Já fui pra uma praia, a conhecida (pelo menos aqui em Salvador e nas áreas ao redor) Praia do Flamengo que tem VÁRIOS BURACOS dentro d'água e muita onda. Apesar dos caldos e pequenos acidentes, não aconteceu nada de grave. Minha mãe também tem essa regra do "Pare com a água na cintura" mas meu pai, que sabe nadar, fica mandando eu ir pro fundo. Pra ele, tem que aprender a nadar no fundo ç.ç
    Depois de tudo o que eu li agora, fiquei até com medo de continuar escutando meu pai huashaushuash'
    Status: Rindo com o "Não, ali não dá pé porcaria nenhuma." kkkkkkkkkk' ~Parei
    Amei seu blog e já estou seguindo. Se der, retribui? Kissus ♥

    f-lashlights.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, esses adultos... Eles pensam que é fácil --' Mas não é. E não dá pé. Nunca dá pé kkkkkkkkk Meus pais falam pra eu não ir pro fundo nunca, mas obedecer é difícil né?
      Depois dessa, aula de natação é certa! Retribuo sim, Pri <3 Beijos!

      Excluir
  2. Nossa deve ser uma sensação muito ruim ...
    Seguindo,segue de volta?

    girlsofthemoonlove.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. As pessoas pergunta se eu já fiz natação enquanto outras se afogam, sou top -n, kkk ainda bem que está viva e caprichou no que escreveu ♥ euheu. Sobre o layout do sorteio, desculpaaaaaaaa a enorme demora, eu e a Helo estamos quase acabando ><

    Eu percebi isso também, sem falar da lerdeza para carregar a visualização da postagem, pelo menos no meu. Acho que é um sorvete, euehu ><

    Having Cherry ☁

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk Estou planejando ir pra aula de natação.
      Ok, não se preocupa não, deve ficar lindo ><
      Obrigada pela visita, lindona <3

      Excluir
  4. Nossa, deve ter sido horrível mesmo.
    Eu sei nadar desde pequena, então nunca tive problemas com isso, mesmo quando não dá pé. O problema pra mim é que o mar é traiçoeiro, então, como eu sou baixinha e "levinha" ele sempre quer me levar. Na última vez que eu fui mais pro fundo eu tive que segurar no meu irmão para poder voltar pro rasinho haha
    xoxo

    s2juuh.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ih, nem vou mais pro fundo! Trauma aqui. Poxa, tem umas meninas marrentinhas pequenininhas que nadam bem pra caramba lá na colônia. Elas mergulham e quase plantam bananeira. Detalhe: uma me chamou de medrosa. Mas, ok. Bjs, gatona!

      Excluir
  5. Caramba, imagino o quão ruim deve ser se afogar, o desespero, tudo... Que bom que agora está tudo bem! Também não sei nadar e sou MUITO medrosa, então nunca fui pro fundo suhduas Adorei o último parágrafo, falou tudo!

    Beijão, Yay! Pixie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haushaush que bom que gostou, Thalita *-* Continue com medo, eu iria detestar se o seu blog fosse desativado por vc estar no hospital, slá... kkkkk zoa.
      Beijão!

      Excluir
  6. Gente, que terror! Eu já passei por isso... e foi na aula de natação! Mas estou viva, né, ainda bem. HUSAHSUAHS Faça aulas de natação, mesmo que seja por um semestre apenas, pois ajudam pra caramba!!!

    Beijão,
    Caroline, do criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAUSHAUHS Foi um dos piores momentos que passei :c Estou mesmo com muita vontade de aprender a nadar direito!
      Beijos, amor <3

      Excluir
  7. Oi Rafa,
    Primeiro, teu blog é uma graça *-* amei e já estou seguindo!
    Segundo, guria que perigo! Afogamento é uma coisa que me dá muito medo, mesmo sabendo nadar porque em alto mar, saber nada não ajuda muito, o mar puxa pro fundo sem dó. Mas que bom que não aconteceu nada de mais, guria! Fica sempre com água até o peito no máximo, se passar disso já começa a ficar perigoso, porque a maré sobe rápido.

    Beijos ;*
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi :3 Hehehe, estou rindo por causa do "guria" eu gosto desses sotaques! Perigoso demais, Mari... Graças à Deus eu to bem! Obrigada pela preocupação. Obrigada pela visita! Obrigada por seguir!

      Excluir

Que bom que vai comentar, nós não temos regras em relação à isso, mas, tenha bom senso. É só não usar palavras de baixo calão (palavrões) e comentar algo relativo às postagens. Seu comentário será aprovado :3